Preservação de vidas e Patrimônio...

AVCB & CLCB por "William Matos" Engº de Segurança do Trabalho.

Por Redação 24/04/2021 - 13:19 hs
Foto: arquivo NAT
Preservação de vidas e Patrimônio...
William Matos Engenheiro de segurança do trabalho

Recém chegado à cidade de Arujá, William Matos (Engenheiro de Segurança do Trabalho e Especialista em Prevenção e Combate a Incêndio) e sócio diretor da WRDENGENHARIA fala a respeito da importância do licenciamento obrigatório do Corpo de Bombeiro.

Muitas empresas acham que o licenciamento do Corpo de Bombeiros, mais conhecido como AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e CLCB (Certificado de Licença do Corpo de Bombeiros) são meros protocolos para gerar despesas para as empresas com ações simplistas e desnecessárias, mas na verdade estamos falando de prevenção de VIDAS E PATRIMÔNIO. Esta prevenção é capaz de garantir que tenhamos a continuidade dos negócios e é claro o mais importante, garantindo a integridade física dos colaboradores.

Em alguns casos os processos para obtenção e/ou renovação de AVCB acabam sendo extremamente morosos, pois existem inúmeras diretrizes preventivas orientadas via Corpo de Bombeiros, sempre com o intuito de transformar os locais de trabalho, reuniões, eventos, igrejas, escolas, faculdades, mercados, comercio em geral, em ambientes seguros, de tal forma que consigamos evitar novas catástrofes como em Jan/2013 quando infelizmente 242 pessoas morreram e centenas ficaram feridas em um incêndio na Boate Kiss.

Locais pequenos como a maioria dos comércios da nossa cidade, assim como grandes empreendimentos precisam de orientação técnicas para se obter da melhor forma de prevenção quanto aos riscos de um incêndio nos estabelecimentos. Vale ressaltar que sem dúvida muitas empresas já possuem um olhar sério para este assunto, mas muitas outras, na verdade a maioria dos casos, os estabelecimentos não possuem sequer extintores e sinalização adequada para situações de emergência, bem como pessoas treinadas e habilitadas para combater um princípio de incêndio e ou atender a um cliente que esteja tendo um mal subido.

Que tal seria se tivéssemos estabelecimentos com a responsabilidade social de cuidar de funcionários e clientes? Certamente ficaríamos seguros onde quer que estivéssemos, e esta condição de conformidade legal e moral, custa muito pouco as empresas, na maioria dos casos só não aderem as boas práticas porque acham que são caras demais ou inacessíveis, correndo um risco gigantesco de ter o patrimônio comprometido e não conseguir o reembolso do seguro, pelo fato de não ter a licença aprovada no CB.

Fica a dica, “A prevenção de vidas e patrimônio deve ser algo inegociável nos negócios da nossa cidade”


Para contactar William Matos: +55 11 96826-3992